Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Governo

Guedes defende moeda única para Mercosul e diz que Brasil seria a ‘Alemanha’ do bloco

Para ele, grupo deveria ter uma integração da moeda.

Edu Andrade | Ascom | ME

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender a pauta da ‘moeda única’.

Ao participar de uma reunião na Comissão de Relações Exteriores do Senado, Guedes disse que o Mercosul deveria ter uma moeda única, assim como aconteceu no Mercado Comum Europeu.

Para ele, a possibilidade abriria caminho para que o Brasil se tornasse ‘a Alemanha do bloco’.

“Embora cada Estado possa ter sua política fiscal, elas têm que convergir, porque quem se desalinha muito acaba com juros muito altos. Tem mecanismos de autocorreção que impõem disciplina para todo mundo. Então o Brasil deveria imaginar uma aproximação maior, com área de livre comércio”, disse.

Ainda de acordo com ele, nos próximos 15/20 anos, a possibilidade de existir apenas 5/6 moedas relevantes no mundo é muito alta.

Levando esses fatores em consideração, o ministro disse que já conversou sobre o tema “com a equipe da Argentina” para estabelecer uma ampla política de aproximação e resultados, e sem ideologias.

“Poderíamos ter uma integração completa e, neste sentido, o Brasil assumiria uma função como a da Alemanha na Europa”, acrescentou.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Governo

Ministro disse que pode dar aumento se reforma administrativa for aprovada

Últimas

Paulo Guedes participou da abertura de fórum da Abras

Congresso

Intimação foi requisitada pelos deputados Luis Miranda e Subtenente Gonzaga.

Governo

Ministro voltou a defender a privatização de estatais como a Petrobras.