Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Governo

Paulo Guedes busca acabar com IPI e deve apresentar proposta de compensação

Em entrevista, presidente da República detalhou andamento da proposta.

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, fala à imprensa após reunião com a Comissão Mista de Orçamento, na Câmara dos Deputados.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (15) que o ministro da Economia, Paulo Guedes, busca encontrar uma solução para acabar com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

A proposta está firmada nas orientações da Reforma Tributária, em andamento no Congresso.

“Temos estudado muita coisa (na Reforma Tributária). Graças a Deus não tem vazado, porque a grande mídia (destaca) a parte ruim e divulga”, afirmou Bolsonaro durante entrevista à SIC TV.

De acordo com o chefe do Executivo, o IPI é “muito alto no Brasil”.

Outro ponto destacado por Bolsonaro foi a questão da redução de impostos federais sobre combustíveis. No entanto, segundo ele, a medida não teve impacto ao ponto de frear a alta nos preços.

“Não adiantou eu fazer isso porque alguns governadores aumentaram o ICMS quando eu (reduzi) o PIS/Cofins. Então ficou quase que no zero a zero”, explicou.

“Diminuir o preço na refinaria não chega na bomba, já aumentar chega imediatamente”, indagou.

Por fim, o mandatário lamentou o recuo da ideia de impor um ICMS único a todos os Estados brasileiros.

Apesar disso, Bolsonaro garantiu que discutiu o assunto com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). A previsão, é que até semana que vem, no máximo, o projeto volte a ser pautado.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Congresso

Ministro da Economia participou de audiência pública no Congresso Nacional.

Governo

Ministro da Economia atribuiu ao clima político e a ruídos externos a elevação do câmbio.

Governo

Cúpula do governo tem criticado ‘congelamento’ de pautas consideradas indispensáveis.

Política

Declaração ocorreu neste domingo, 24, em Brasília.