Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Alexandre de Moraes determina prisão e extradição de Allan dos Santos

Contas bancárias do fundador do Terça Livre foram bloqueadas.

Terça Livre | Divulgação

O ministro Alexandre de Moraes, Supremo Tribunal Federal (STF), ordenou a prisão preventiva do jornalista Allan dos Santos, fundador do Terça Livre.

Em sua decisão, o magistrado também determinou que o governo federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública e do Ministério das Relações Exteriores, providencie a extradição do comunicador, que atualmente reside nos Estados Unidos.

A informação primária foi veiculada pela TV Globo e confirmada pelo Conexão Política. O despacho foi proferido em 5 de outubro.

A detenção de Allan dos Santos foi pedida pela delegada Denisse Ribeiro, da Polícia Federal (PF), e atendida pelo ministro da Suprema Corte. A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contra a prisão.

Ele é investigado em dois inquéritos no STF: o das fake news e o das supostas milícias digitais antidemocráticas.

Para ter acesso à íntegra da decisão judicial, clique aqui.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Ministro determinou a prisão do jornalista em outubro do ano passado.

Política

Vereador registrou momento em que empresário teria oferecido propina.

Política

TSE tenta oficiar rede para que coopere no pleito eleitoral de 2022.

Judiciário

Caminhoneiro se apresentou espontaneamente ao delegado-chefe da PF em Joinville.