Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Bandeira do Brasil Império é hasteada no Tribunal de Justiça de MS para ‘celebrar Independência’

Nota oficial diz que exibição se dá “como sinal de reconhecimento aos ideais libertários e de respeito à Constituição”.

TJMS | Divulgação

A bandeira do Brasil Império foi hasteada nesta segunda-feira (6) na sede do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS). A ação atende determinação do presidente da Corte, desembargador Carlos Eduardo Contar.

De acordo com a nota oficial do órgão, o ato “tem o intuito de contribuir para a celebração do ducentésimo aniversário de Independência do Brasil, a realizar-se em 7 de setembro de 2022”.

A bandeira flameará até o dia 10 de setembro. Ainda conforme o comunicado, a exibição se dá “como sinal de reconhecimento aos ideais libertários e de respeito à Constituição”.

“O verde remete à Casa de Bragança, dinastia de Dom Pedro I, primeiro imperador do Brasil. Já o amarelo remete à Casa de Habsburgo, dinastia da primeira esposa de Dom Pedro, Imperatriz Dona Leopoldina”, diz o texto.

Bandeira do Brasil Império no meio, cercada pelas flâmulas do Mato Grosso do Sul (à esquerda) e do TJMS | Imagem: Paulo Francis (Campo Grande News)

RELEMBRE

No início deste ano, o presidente do Tribunal, desembargador Carlos Eduardo Contar, ganhou repercussão nacional ao defender o retorno ao trabalho para encerrar o que ele classificou como “palhaçada midiática fúnebre”.

Em seu discurso de posse, Contar disse que são “picaretas” os que defendem a campanha ‘Fique em Casa’. Na ocasião, ele afirmou:

“Voltemos nossas forças ao retorno ao trabalho, deixemos de viver conduzidos como rebanho para o matadouro daqueles que veneram a morte, que propagandeiam o quanto pior, melhor”.

A fala do desembargador causou revolta entre os isolacionistas. Ao noticiar a declaração do juiz de segundo grau, a Folha de S.Paulo utilizou a seguinte manchete: “Novo presidente faz discurso negacionista e contra imprensa em evento de posse do TJ de Mato Grosso do Sul”.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Corte sul-mato-grossense diz que o ato é uma homenagem aos 200 anos da Independência.

Governo

Presidente afirma que atos farão parte de "um momento ímpar para o futuro" do país.

Política

Coronel Mello Araújo gravou vídeo nas redes sociais para pedir apoio de agentes paulistas em atos pró-governo.

Governo

Presidente também convidou políticos para participarem de protestos. Segundo ele, o ato será "ordeiro e pacífico".