Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Com prisão decretada pelo STF, Zé Trovão se entrega à Polícia Federal

Caminhoneiro se apresentou espontaneamente ao delegado-chefe da PF em Joinville.

Reprodução

O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, divulgou um vídeo nesta terça-feira (26) em seu canal no Telegram.

Com prisão preventiva decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), ele permaneceu em território mexicano durante os últimos dois meses.

Nas imagens divulgadas na plataforma, Trovão afirma que está prestes a se apresentar à Polícia Federal (PF).

“Neste 26 de outubro, eu me entreguei à Justiça brasileira, me apresentei à Justiça brasileira, porque, como diz o nosso hino, verás que um filho teu não foge à luta. E eu jamais iria abandonar o povo brasileiro”, declara no vídeo.

“Eu vim dizer muito obrigado, não sei quanto tempo eu vou passar no cárcere, mas saibam que tudo isso é pelo Brasil, por cada ser humano cidadão de bem. Fiquem com Deus e não desanimem”, acrescenta.

Em nota, os advogados do caminhoneiro, Elias Mattar Assad e Thaise Mattar Assad, disseram que ele se apresentou espontaneamente ao delegado-chefe da PF em Joinville, cidade onde mora.

Os defensores também informaram que vão ingressar com pedido de liberdade provisória para tentar reverter os efeitos da detenção.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

7 dos 11 ministros já manifestaram votos contrários.

Últimas

Para o general, a decisão do STF contra o deputado está "em desacordo com o devido processo legal".

Judiciário

Ferramenta priorizará ações com assuntos de igualdade de gênero e mudanças climáticas.

Governo

Deputado foi condenado pelo STF a 8 anos e 9 meses de prisão