Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Guilherme Boulos sofre derrota na Justiça para Augusto Nunes

O coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e candidato derrotado à Presidência em 2018 pelo PSOL, Guilherme Boulos, foi derrotado na Justiça pelo jornalista Augusto Nunes, da rádio Jovem Pan. O pedido de indenização ajuizado pela defesa do socialista foi rejeitado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

Na Corte estadual, a decisão foi unânime: três desembargadores votaram para negar o pleito do militante esquerdista. O anúncio foi feito por Nunes nesta última segunda-feira (22), durante a edição do programa ‘Os Pingos nos Is’. O líder do MTST havia recorrido ao Judiciário após o jornalista chamá-lo de “gigolô de sem-teto”, em agosto de 2019.

“Ele vive de ficar brincando de dirigente de sem-teto. A Justiça achou perfeitamente pertinente a metáfora”, declarou o comentarista, acrescentando que “ele [Boulos] ganhou a casa do pai. Ele não tem profissão definida. Não tem local de trabalho conhecido. Ele vive de falar”.

Logo após o anúncio da vitória no Judiciário, Augusto Nunes afirmou que a situação em relação a Guilherme Boulos será invertida na Justiça, uma vez que ele pretende processar o socialista por ele ter dito, em entrevistas, que o jornalista não teria pago o que lhe devia — dívida que, segundo Nunes, o TJSP definiu não existir.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Mundo

Nesta terça-feira (30), a Rússia reiterou a parceria estratégica com o Brasil e comemorou a entrada do país, em janeiro de 2022, no Conselho...

Judiciário

Entendimento foi seguido por unanimidade pela 3ª Câmara de Direito Privado do TJSP.

Judiciário

Decisão prevê que gestão de pessoas será feita pelo presidente Jair Bolsonaro ou por pessoa indicada.

Judiciário

Novas diretrizes para realização das provas foram divulgadas em ato normativo do CNJ.