Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

João de Deus poderá deixar presídio após habeas corpus concedido pela Justiça

Condenado a mais de 60 anos, ele poderá cumprir pena em regime domiciliar.

Marschalek | Flickr

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) concedeu nesta terça-feira (14) um habeas corpus a João Teixeira de Faria, o João de Deus, para que ele deixe o presídio e passe a cumprir prisão em casa, monitorado por tornozeleira.

Condenado por uma série de crimes sexuais contra mulheres durante atendimentos espirituais, as reprimendas já somam mais de 60 anos.

João de Deus já cumpria pena em regime domiciliar em razão da pandemia de Covid-19, mas voltou ao presídio de Aparecida de Goiânia em agosto, após ser denunciado pelo Ministério Público pela 15ª vez.

A defesa do criminoso argumenta que ele “possui diversas doenças crônicas” e cita “o fato de ter mais de 80 anos”.

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) confirmou que foi proferida decisão no âmbito de um habeas corpus, mas não entrou em detalhes em razão de o processo tramitar em segredo.

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que ainda não havia recebido o alvará de soltura até as 14h25.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

No entendimento do ministro, não houve ilegalidade ou abuso de poder por parte da PF.

Judiciário

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido de habeas corpus impetrado pelo ex-governador Wilson Witzel, nesta terça-feira...

Judiciário

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta segunda-feira (14) que o sistema carcerário representa “uma das maiores tragédias humanitárias da...

Judiciário

A Advocacia-Geral da União (AGU) ingressou nesta quinta-feira (13) no Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido de habeas corpus preventivo para o ex-ministro Eduardo Pazuello,...