Conecte-se conosco

Judiciário

Justiça bloqueia contas bancárias do narrador Galvão Bueno

O caso envolve uma dívida milionária do apresentador com um fundo de investimento.

Published

em

Duda Bairros | Vicar

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) bloqueou as contas bancárias do narrador e apresentador Galvão Bueno. A informação é do jornal O Dia.

A esposa dele, Desirée Soares Galvão Bueno, e a filha, Letícia Galvão Bueno, também tiveram bloqueios determinados pela Justiça.

A decisão foi exarada pelo juiz Rodrigo Galvão Medina, da 9ª Vara Cível da capital paulista, após o não pagamento de duas parcelas junto ao fundo de investimento Lest Credit, instituição com a qual o global possui dívida de R$ 1,3 milhão.

No mês passado, Galvão efetuou um depósito de R$ 600 mil, no entanto, ainda faltavam outras duas prestações de pouco mais de R$ 120 mil, que não foram quitadas no prazo acordado.

“Em razão da petição que noticiou o descumprimento do acordo, determinei a expedição de ordem de indisponibilidade de ativos financeiros”, escreveu o magistrado em despacho.

A defesa do artista já ingressou com recurso para pedir a suspensão da decisão. Os advogados alegam que os valores são impenhoráveis, uma vez que parte deles são oriundos de caráter salarial. Galvão também alegou que as quantias “são necessárias para o sustento da família”.

Nas contas bancárias do narrador, a Justiça encontrou apenas R$ 1.401,17. Nas de Desirée, houve o bloqueio de cerca de R$ 90 mil.

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).