Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Moraes autoriza que Jefferson saia da prisão para fazer exames em hospital

Preso sem julgamento, ex-deputado apresenta sintomas de início de trombose.

Nelson Jr. | SCO | STF

Preso desde agosto de 2021 por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), o dirigente do PTB, Roberto Jefferson, conseguiu nesta última terça-feira (18) uma autorização para deixar a cadeia e realizar exames no Rio de Janeiro.

De acordo com a decisão do ministro Alexandre de Moraes, o político poderá ser encaminhado ao Hospital Samaritano e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária deverá elaborar um laudo médico apontando a capacidade ou não de ele ser atendido nas dependências do presídio.

“Consideradas as novas alegações da defesa – realizadas em 17/01/2022 – em relação ao quadro de saúde do preso e a necessidade de exames específicos de saúde em unidade hospitalar adequada, segundo relatório médico da Dra. Marcela Drumond, nos termos do art. 120, II, c/c 14, ambos da Lei de Execução Penal (Lei 7.210/84), é possível a autorização para a saída do custodiado”, escreveu Moraes.

A ida de Roberto Jefferson a uma unidade hospitalar na capital fluminense foi solicitada pelos advogados depois da constatação de um possível quadro de trombose.

Conforme o despacho, o ex-deputado “deverá ser acompanhado por escolta e retornar ao estabelecimento prisional após a realização dos exames apontados como necessários, sendo permitido seu contato somente com a equipe médica e de enfermagem”.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Últimas

Futuro presidente do TSE falou sobre o processo eleitoral do país.

Judiciário

"Hoje qualquer um se diz especialista", criticou o ministro durante um evento de magistrados.

Últimas

Ministro afirma que deputado não cumpriu medidas cautelares.

Últimas

Ministro do STF determinou que o Banco Central bloqueie as contas do deputado.