Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Judiciário

Polícia Federal faz operação para combater contrabando de ouro

Ouro era retirado ilegalmente de garimpos na Região Norte.

Luis Muzquiz | Unsplash

Agentes da Polícia Federal (PF) e da Receita Federal realizaram nesta última terça-feira (27) uma operação contra o contrabando de ouro, garimpado ilegalmente na região Norte do país.

Batizada de Ruta 79, a operação cumpre quatro mandados de prisão preventiva e 21 mandados de busca e apreensão em cidades do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Minas Gerais.

A PF estima que, no período de 2017 a 2019, a quadrilha tenha contrabandeado mais de uma tonelada de ouro para a Itália.

As investigações começaram com a prisão de um policial federal. De acordo com a corporação, o agente fazia parte da organização criminosa e era o responsável pela passagem ilegal do ouro contrabandeado da área pública para a restrita dos aeroportos.

Durante as investigações, mais de 17kg de ouro e joias foram apreendidos, tudo avaliado em mais de US$ 1 milhão.

Segundo a PF, os investigados usavam pessoas como “mulas” para transportar o ouro até a Itália. A carga tinha documentação falsa de empresas sediadas no Paraguai. Na sequência, a organização criminosa trazia joias compradas na Ásia e nos Estados Unidos utilizando novamente “mulas” para introduzi-las de maneira clandestina no Brasil.

A ação contou com 120 policiais federais no Rio de Janeiro, em Angra dos Reis, São Paulo, São José do Rio Preto, Piracicaba, Mirassol e Belo Horizonte.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Judiciário

Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Minas Gerais.

Judiciário

Jogadores teriam prestado informações falsas ao entrar no Brasil.

Governo

Treinamento conjunto entre as Forças foi proposto pelo Ministério da Defesa.

Judiciário

Ação foi autorizada pelo ministro do STF e solicitada pela PGR.