Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Com desistência de Doria, 12 presidenciáveis seguem na corrida ao Planalto

Bolsonaro e Lula, de acordo com pesquisas eleitorais, são os nomes favoritos de 2022.

Beto Barata | PR

Confirmando os rumores que circulavam nos bastidores políticos, João Doria (PSDB) anunciou a retirada de sua candidatura ao Palácio do Planalto.

Sem alcançar tanta expressividade, o tucano somava cerca de 4%, em média, entre os principais levantamentos de intenções de voto.

Sob forte pressão do partido, Doria seguiu em defesa de uma candidatura única para viabilizar a chamada ‘terceira via’, que deve ter como representante a senadora Simone Tebet (MDB).

— Me retiro da disputa com o coração ferido, mas com a alma leve. Com a sensação inequívoca do dever cumprido e missão bem realizada. Aceito esta realidade com a cabeça erguida. Sou um homem que respeita o bom senso, o diálogo e o equilíbrio. Sempre busquei e seguirei buscando o consenso, mesmo que ele seja contrário à minha vontade pessoal. O PSDB saberá tomar a melhor decisão no seu posicionamento para as eleições deste ano — declarou o ex-governador de São Paulo.

Apesar do abandono da ala tucana, a disputa presidencial permanece com uma lista de pré-candidatos acima dos dois dígitos.

Confira a lista dos nomes que continuam no páreo:

André Janones — (Avante)

Ciro Gomes — (PDT)

Jair Bolsonaro — (PL)

José Maria Eymael — (DC)

Leonardo Péricles — (Unidade Popular)

Luciano Bivar — (União Brasil)

Luiz Felipe d’Avila — (Novo)

Luiz Inácio Lula da Silva — (PT)

Pablo Marçal — (Pros)

Simone Tebet — (MDB)

Sofia Manzano — (PCB)

Vera Lúcia — (PSTU)

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Política

Jornalista agradeceu o apoio de Jair Bolsonaro e disse que vai seguir fora da política.

Judiciário

Eleitores poderão comunicar à Justiça Eleitoral a disseminação de fake news.

Política

A menos de quarto meses para o Primeiro Turno das eleições, grupos políticos intensificam análises e estratégias internas.

Política

Ex-presidente afirma receber pedidos para que concorra novamente ao Planalto.