Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Michelle Bolsonaro é alvo de preconceito religioso na internet

Primeira-dama recebeu ofensas por conta de vídeo em que celebra aprovação de Mendonça ao STF.

Isac Nóbrega | PR

A primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, tem sido alvo de preconceito religioso nas redes sociais após a divulgação de um vídeo em que ela comemora a aprovação de André Mendonça para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Nas imagens, Michelle está em uma sala do Senado Federal, ao lado de Mendonça e de diversos outros líderes religiosos, além da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e de assessores presidenciais.

No vídeo, a primeira-dama pula, comemora, agradece a Deus e recita palavras que, de acordo com o dogma evangélico pentecostal, são manifestações do Espírito Santo.

Leia também: A diferença entre o Especial de Natal da Brasil Paralelo e do Porta dos Fundos

Foi o suficiente para que diversos internautas, a maioria ligados ao espectro político da esquerda, proferissem publicações com comentários ofensivos, jocosos e intolerantes.

No segmento político, o ódio contra Michelle Bolsonaro não passou despercebido. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), foi às redes sociais para repudiar o que classificou  como “preconceito contra a fé dos outros”.

“Lamentável quantos posts cuspindo preconceito contra a fé dos outros. São os mesmos que vivem reclamando de discriminação. Minha solidariedade à primeira-dama. Que ela possa manifestar sempre sua fé com liberdade”, escreveu o mandatário carioca.

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Últimas

Presidente está internado na Zona Sul da capital paulista.

Judiciário

A maioria dos integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) votou para arquivar um pedido de investigação contra Michelle Bolsonaro sobre cheques depositados pelo ex-assessor...

Últimas

A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), do Ministério das Comunicações, informou, por meio de nota divulgada na noite de ontem (1°), que a...

Últimas

A campanha eleitoral 2020 mal começou e já está dando o que falar nas redes sociais. Oficializada no domingo (27), a disputa deste ano...