Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Obras que promovem pedofilia, pornografia juvenil e sexo grupal serão excluídas da Fundação Palmares

Fundação Palmares | Flickr | 2018

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, tem usado as redes sociais para comunicar que excluirá da entidade obras sobre líderes da esquerda.

Segundo Camargo, serão retirados do acervo livros relacionados ao guerrilheiro Carlos Marighella, ao socialista Karl Marx e aos políticos soviéticos Josef Stalin e Lenin.

“A Fundação Palmares, ao longo de trinta anos, foi usada como repositório de lixo marxista. O objetivo não era elevar o negro pela cultura, mas reduzi-lo a um militante raivoso e ignorante. É o que demonstrará nosso Relatório Público, em vias de ser concluído. Fora, Marighella!”, afirmou.

A instituição federal, voltada para promoção e preservação dos valores culturais, históricos, sociais e econômicos decorrentes da influência negra na formação da sociedade brasileira, está produzindo um relatório sobre seu acervo cultural que “mostrará que o legado dos 30 anos de gestão da esquerda foi a corrupção da cultura negra e o desvirtuamento da instituição pelo comunismo”, assegura Camargo.

Ainda de acordo com ele, obras que promovam pedofilia, pornografia juvenil e sexo grupal também serão apagadas do acervo.

“Isso não é tudo! Também serão excluídas do ‘acervo cultural’ da Palmares obras que promovem a pedofilia, o sexo grupal e a pornografia juvenil. Nenhuma destas obras diz respeito à missão institucional da Palmares, definida em lei. É pura deturpação e desvio de finalidade visando corromper a mente e os valores dos jovens negros“, acrescentou.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Saúde

Sistema combina três funções importantes: controle motor intuitivo, cinestesia de toque e preensão, a sensação intuitiva de abrir e fechar a mão.

Governo

Segundo o governo, trata-se de um ataque ransomware, em que os invasores geralmente pedem dinheiro em troca de dados sequestrados.

Judiciário

Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido.

Judiciário

Ex-deputado foi preso por decisão do ministro Alexandre Moraes, do STF.