Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Abaixo-assinado do Novo contra aumento de salários do STF supera 2 milhões de assinaturas

Imagem: Divulgação/João Amoêdo

Após o Senado aprovar a medida para aumentar o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (7), o Partido Novo criou um abaixo-assinado online para pressionar o presidente Michel Temer a vetar o aumento.

Em menos de um dia, a petição atingiu 1 milhão de assinaturas e na manhã deste sábado (10), já tinha alcançado 2,3 milhões.

Abaixo-assinado online (Imagem: Reprodução/Change.org)

Com o reajuste salarial, a remuneração dos ministros vai de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil, gerando um ‘efeito cascata’ que pode ultrapassar R$ 5 bilhões em aumentos.

“O último obstáculo a mais esse desrespeito ao dinheiro público é o presidente Michel Temer, que pode vetar a proposta”, diz um trecho do abaixo-assinado.

O texto ainda diz:

“O plano dos parlamentares é aumentar o salário dos ministros do STF para ampliar o teto constitucional, assim conseguem aumentar os próprios salários e os de outras funções públicas. Isso causa um efeito cascata e retroativo que o Brasil não suporta mais, com graves consequências posteriores para estados e municípios, muitos já em situação de calamidade financeira.”

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Judiciário

Congressistas querem verba eleitoral em R$ 5,7 bi, mas sigla aponta inconstitucionalidade.

Política

Christian Lohbauer critica comportamento da direção e insistência na defesa do impeachment de Bolsonaro.

Política

Declaração foi proferida durante palestra no evento 'CPAC Brasil', em Brasília.

Últimas

Eleitorado conservador comemorou a decisão do empresário.