Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Deputado Douglas Garcia vai a Brasília levar caso “Bronzeri e Alencar” aos Ministérios da Justiça e dos Direitos Humanos

O deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) disse que levará pessoalmente a Brasília o caso “Bronzeri e Alencar” aos Ministérios da Justiça e dos Direitos Humanos. Antônio Carlos Bronzeri e Jurandir Pereira Alencar são os nomes de dois brasileiros que estão detidos em São Paulo, por participarem de um protesto em frente ao prédio do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, em 2 de maio.

A manifestação contra o ministro do STF foi realizada em razão da sua decisão liminar em mandado de segurança que proibiu Alexandre Ramagem de assumir a direção-geral da Polícia Federal. E eles não foram os únicos que criticaram a postura de Moraes; a interferência do ministro na escolha legal do Poder Executivo do novo diretor-geral da PF gerou milhares de protestos nas redes sociais e também nas ruas do Brasil.

Denúncia

A Justiça de São Paulo aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra os dois manifestantes por “ameaça, difamação, injúria e perturbação do sossego”. Na denúncia do MP, a promotora Alexandra Milaré Santos pediu que as penas fossem agravadas pelo fato de os crimes terem sido cometidos contra funcionário público, devido suas funções, e diante várias pessoas.

“[os manifestantes] Permaneceram por aproximadamente 2 horas em via pública, oportunidade em que, utilizando-se de um microfone acoplado a alto-falante em um carro de som, realizaram diversas ameaças à vítima, tais como ‘você e sua família jamais poderão sair nas ruas deste país, nem daqui há vinte anos’ e ‘nós iremos defenestrá-los da terra’, bem como pelo fato de possuírem um caixão acoplado em um dos automóveis utilizados, simulando a morte do ofendido”, justificou a promotora.

Além de a ação estar registrada em vídeo, o Ministério Público de São Paulo alegou que os manifestantes geram “aglomeração” que desobedece normas do Ministério da Saúde de isolamento social.

Os dois manifestantes foram denunciados por “ameaça” (art. 147 do Código Penal), “difamação” (art. 139 do CP), “injúria” (art. 140 do CP) com as causas de aumento por crime cometido na presença de várias pessoas (art. 141 do CP).

Além disso, foram denunciados também por “perturbar” alguém, o trabalho ou o sossego alheios com “gritaria” e “algazarra”, segundo o artigo 42 da Lei das Contravenções Penais.

Indignação popular

O caso gerou uma indignação popular. No Twitter, várias hashtags foram criadas em apoio aos manifestantes patriotas; #LibertemJurandirEBronze e #SoltemBronzeriEAlencar estão entre as mais usadas pelos apoiadores.

Deputados Douglas Garcia e Gil Diniz

Os Deputados Douglas Garcia e Gil Diniz também se manifestaram sobre o comportamento do ministro do STF.

“Alexandre de Moraes conseguiu em tempo recorde decretar a “prisão em flagrante” de manifestantes, provocar o MP pedindo medidas que restringem direitos dessas pessoas ao TJ e imediatamente a solicitação foi acatada. Ele foi Secretário de Segurança Pública dos tucanos e filiado ao PSDB”, disse Douglas Garcia.

Os dois deputados acompanharam o caso “Bronzeri e Alencar” pessoalmente no 14° DP em São Paulo. Douglas Garcia disse que levará o caso a Brasília, aos Ministérios da Justiça e dos Direitos Humanos.

“Não podemos permitir que os direitos fundamentais do povo, como o de livre manifestação, sejam rasgados”, disse Douglas Garcia no Twitter.

Eles pedem o apoio e a pressão popular contra a afronta aos direitos fundamentais do povo.

https://twitter.com/DouglasGarcia/status/1266164118412804097

Comentários

Conexão Política é um veículo digital inteiramente comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | contato@conexaopolitica.com.br

Saúde

Sistema combina três funções importantes: controle motor intuitivo, cinestesia de toque e preensão, a sensação intuitiva de abrir e fechar a mão.

Governo

Segundo o governo, trata-se de um ataque ransomware, em que os invasores geralmente pedem dinheiro em troca de dados sequestrados.

Judiciário

Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido.

Judiciário

Ex-deputado foi preso por decisão do ministro Alexandre Moraes, do STF.