Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

“Juiz não pode ser chefe de força-tarefa”, diz Gilmar Mendes em indireta a Sergio Moro

A declaração do ministro se deu durante sessão de julgamento na Segunda Turma do STF, nesta terça-feira (11)

A declaração do ministro se deu durante sessão de julgamento na Segunda Turma do STF, nesta terça-feira (11)

Nesta terça-feira (11), durante sessão de julgamento na Segunda Turma do STF, o ministro Gilmar Mendes mandou indireta ao ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública).

Gilmar afirmou que “juiz não pode ser chefe de força-tarefa”.

A declaração do magistrado se deu durante seu voto contra o recebimento de denúncia contra integrantes do chamado ‘quadrilhão do PP’.

“A não ser que haja tribunais destinados a condenar nesse modelo de colaboração que se está a desenvolver, em que juiz chefia procurador. Não é o caso desta Corte, não é o caso deste colegiado. Juiz não pode ser chefe de força-tarefa”, disse.

Gilmar não citou nomes tampouco fez referência direta às mensagens privadas vazadas pelo ‘Intercept Brasil’.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

 

Comentários

FALE COMIGO: marcos@conexaopolitica.com.br — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).

Últimas

Ministro, que está em Portugal, apresenta sintomas leves da doença.

Política

Justiça Eleitoral barrou a transferência do domicílio do ex-juiz para São Paulo.

Judiciário

O recurso acolhido é do Partido dos Trabalhadores (PT).

Política

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, não deve ter como opções de voto à Presidência da República os nomes...

----- CLEVER ADS -----