Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Kajuru entra com habeas corpus para evitar censura a veículos de imprensa

Senador entende que ataque à liberdade de imprensa representa um ataque à própria democracia.

Senador entende que ataque à liberdade de imprensa representa um ataque à própria democracia.

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) disse que impetrou habeas corpus junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para trancar o inquérito contra o site O Antagonista e a revista Crusoé.

Espero sinceramente que o Plenário do Supremo Tribunal Federal entenda que o interesse público sempre deve estar um degrau acima dos direitos individuais”, disse.

Além disso, o senador quer garantir a liberdade de expressão desses veículos de comunicação para publicar notícia com denúncia contra o presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

Para Jorge Kajuru, a decisão do ministro Alexandre de Moraes de tirar do ar a notícia contrária a Dias Toffoli fragiliza a democracia e fere a liberdade de imprensa.

O argumento de defender as instituições democráticas, ao censurar o site O Antagonista e a revista Crusoé, o Supremo Tribunal Federal, na pessoa de seu presidente, do seu integrante, Alexandre de Moraes, fez justamente o contrário: fragilizou a democracia e vilipendiou os direitos constitucionais mais caros ao povo brasileiro”, assegurou Kajuru.

Com informações, Agência Senado


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Comentários

Jornal digital comprometido com a cobertura e a análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | FALE CONOSCO: contato@conexaopolitica.com.br

Judiciário

Proposta de controle da mídia é defendida pelo ex-presidente Lula.

Judiciário

2º Turma decidiu, por três votos a dois, que ataques e ofensas não são protegidas automaticamente pela imunidade.

Judiciário

Números são dos últimos 12 meses; Edson Fachin foi quem mais concedeu HCs no período.

Judiciário

Condenado a mais de 60 anos, ele poderá cumprir pena em regime domiciliar.