Conecte-se conosco

Últimas

Lewandowski dá 48 horas para Anvisa explicar critérios sobre suspensão de testes da vacina chinesa

Publicado

em

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou nesta terça-feira (10) que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) esclareça, no prazo estabelecido de 48 horas, a motivação e os critérios usados para os estudos e testes sobre a vacina chinesa CoronaVac.

Mesmo a Anvisa alegando procedimentos técnicos, ainda assim o ministro enviou o despacho para compreender a razão da suspensão dos testes.

Conforme noticiamos ontem (9), o órgão informou que um “evento adverso grave” ocasionou a decisão. A Anvisa ainda disse que recebeu informações “insuficientes” e “incompletas” do Instituto Butantan, responsável por coordenar os testes no Brasil.

No despacho, Lewandowski assegura que levou em conta “o relevante interesse público e coletivo discutido nos presentes autos”. Ele também sustentou a decisão no artigo 196 da Constituição Federal, que discorre do direito coletivo à saúde.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.