Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Política

Ministros do STF devem analisar pedido de liberdade de Palocci no próximo dia 23

O Ex-ministro de Lula está preso de forma preventiva desde setembro de 2016. O ministro Fachin, relator do Habeas Corpus, negou o pedido de soltura protocolado pela defesa de Palocci, mas decidiu levar o caso  para ser votado no  plenário do STF no dia 23 desse mês.

Palocci já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 12 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Entretanto, no entendimento do STF, ele só pode começar a cumprir a pena após condenação em segunda instância.

Dessa maneira, a prisão do ex-ministro tem sido mantida de forma preventiva, para evitar que ele cometa novos crimes ou atrapalhe as investigações.

Comentários

FALE COMIGO: davy@conexaopolitica.com.br — chefe de redação do Conexão Política e natural do Rio de Janeiro (RJ).

Judiciário

Números são dos últimos 12 meses; Edson Fachin foi quem mais concedeu HCs no período.

Judiciário

Condenado a mais de 60 anos, ele poderá cumprir pena em regime domiciliar.

Judiciário

No entendimento do ministro, não houve ilegalidade ou abuso de poder por parte da PF.

Judiciário

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido de habeas corpus impetrado pelo ex-governador Wilson Witzel, nesta terça-feira...