Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Últimas

Ataque hacker com ‘Carreta Furacão’ e referência nazista interrompe aula de Lewandowski

Outro ataque hacker atingiu mais uma autoridade brasileira nesta segunda-feira (30).

A aula do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi interrompida após o servidor da transmissão ter sido alvo de invasão.

Durante a videoconferência, o ministro ministrava aula na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

Na interrupção, vídeos do grupo ‘Carreta Furacão’ apareceram na tela. Além disso, referências nazistas também foram reproduzidas.

O ataque aconteceu justamente no momento em que o ministro começaria uma palestra chamada ‘Releitura dos clássicos de teoria geral do Estado’.

Devido o ocorrido, não foi possível permanecer na sala virtual. O ministro e os estudantes tiveram que sair e aguardar o envio de um novo link para continuar as atividades propostas.

Ao Estadão, o gabinete de Lewandowski afirmou que, como o ataque foi ao sistema da USP, a universidade deveria ser procurada para comentar o caso.

Ataques hackers vêm sendo comuns nas últimas semanas, sobretudo a sistemas do Judiciário brasileiro.

Na sexta-feira (27), o portal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), cuja jurisdição abrange 13 estados e o Distrito Federal, sofreu uma invasão que levou a Corte a determinar a restrição de acesso a todos os seus sistemas.

No início do mês, outro ataque bem-sucedido paralisou todos os procedimentos judiciais do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que levaram mais de uma semana para serem restabelecidos. A Polícia Federal (PF) investiga, num inquérito sigiloso, se houve roubo de dados e sua extensão.

No dia 11 de novembro, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) informou que o sistema processual eletrônico foi hackeado. A página de peticionamento eletrônico foi adulterada e uma crítica à Justiça foi postada. Segundo o tribunal, os processos judiciais e os bancos de dados não foram atingidos.

Em 15 de novembro, no primeiro turno das eleições municipais, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também foi alvo de atividade semelhante, mas a Corte afirma ter neutralizado o ataque que buscou sobrecarregar e derrubar os sistemas da Justiça Eleitoral.

Comentários

FALE COMIGO: raul@conexaopolitica.com.br — diretor de redação do Conexão Política e natural de Recife (PE).

Mundo

Foi "um erro causado por nós próprios", segundo o vice-presidente de Infraestruturas da empresa.

Mundo

Principal ameaça são os spams, responsáveis por metade das invasões.

Judiciário

Ex-advogado-geral foi indicado ao Supremo no dia 13 de julho e ainda aguarda ser ouvido pelo Senado.

Últimas

Agência afirma que problema foi resolvido e dados não foram afetados.