Siga-nos nas redes sociais

Digite o que você procura:

Errata

Estudo retrospectivo em pacientes hospitalizados mostra efeitos da hidroxicloroquina diante da Covid-19

Taj Pharmaceuticals | Flickr

Assim como o Instituto de Doenças Infecciosas do Hospital Universitário de Marselha na França (IHU Méditerranée Infection) – onde o epidemiologista e professor Didier Raoult realizou um grande estudo científico sobre os efeitos da hidroxicloroquina em pacientes da covid-19 – agora a Bélgica publicou o maior estudo retrospectivo em pacientes hospitalizados.

Segundo o grande estudo belga, a hidroxicloroquina reduziu o risco de mortalidade pela doença. No entanto, a autora do estudo, Lucy Catteau, salienta que ainda são necessários outros testes para comprovar a eficácia da droga. Os dados dos estudo ainda não são suficientes para permitir a recomendação do medicamento no combate ao vírus.

Métodos
Os pesquisadores realizaram uma análise retrospectiva da mortalidade intra-hospitalar nos dados de vigilância hospitalar nacional de COVID-19 da Bélgica. Os pacientes tratados apenas com HCQ e cuidados de suporte (grupo HCQ) foram comparados a pacientes tratados apenas com cuidados de suporte (grupo sem HCQ) usando uma regressão de riscos proporcionais, ajustados para características demográficas e clínicas.

Em seguida, o impacto do tratamento com HCQ na mortalidade foi investigado de acordo com o tempo entre o início dos sintomas e o diagnóstico de COVID-19.

Resultados
De 8.075 pacientes com dados completos de alta em 24 de maio e diagnosticados antes de 1º de maio, 4.542 receberam HCQ em monoterapia e 3.533 estavam no grupo sem HCQ. A morte foi relatada em 804/4542 (17,7%) e 957/3533 (27,1%), respectivamente. Na análise multivariável, a mortalidade foi menor no grupo com HCQ em comparação com o grupo sem HCQ (razão de risco ajustada [HR] 0,684, intervalo de confiança de 95% [IC] 0,617–0,758). Em comparação com o grupo sem HCQ, a mortalidade no grupo HCQ foi reduzida em pacientes com diagnóstico ≤ 5 dias (n = 3975) e > 5 dias (n = 3487) após o início dos sintomas (HR ajustado 0,701, IC 95% 0,617–0,796 e HR ajustado 0,647, IC 95% 0,525–0,797, respectivamente).

O estudo pode ser lido na íntegra neste link (disponível apenas em inglês).

* O Conexão Política atualizou o título desta matéria e as informações contidas no corpo do texto.

Comentários

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Saúde

Houve reduções diárias no número de casos e de óbitos.

Saúde

Pesquisa foi conduzida pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Governo

Declaração foi proferida durante evento na capital do Maranhão.

Política

Nas redes sociais, deputada reprovou a conduta dos congressistas que integram a comissão.